Data Início da atividade 06/07/2016
Data Fim da atividade 08/07/2016

 

Descrição/Justificativa

Dando continuidade ao projeto Meio a Meios: Semana de Jornalismo da UFRJ, que visa instigar a reflexão sobre as formas contemporâneas do jornalismo, o Programa de Ensino Tutorial da Escola de Comunicação da UFRJ (PET-ECO) propõe a sexta edição do evento. O VI Meio a Meios pretende seguir o formato das consagradas edições anteriores, tendo em 2016 como tema “Jornalismo de Dados e Lei de Acesso à Informação: novas possibilidades de atuação dos profissionais da imprensa”. As mesas de debate devem ser ministradas por profissionais de destaque tanto no mercado de trabalho quanto no meio acadêmico. A mediação dos debates sempre é feita por um professor convidado, pois se acredita que este é capaz de trazer à tona indagações e argumentos advindos das suas pesquisas da área da comunicação. Após os debates, são previstas oficinas que estimulem diversas práticas jornalísticas. O público tradicional do Meio a Meio é composto por alunos da área da comunicação de todas as instituições universitárias do Rio de Janeiro e Região Metropolitana, jovens profissionais da mídia, assim como o público interessado em geral.

 

Objetivos

Sancionada em 18 de novembro de 2011 pela presidente Dilma Rousseff e vigorando desde 18 de maio de 2012, a Lei de Acesso à Informação (nº 12.527), prevista desde a Constituição de 1988, estabelece que os órgãos dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e do Ministério Público, bem como as entidades privadas sem fins lucrativos que recebem recursos públicos, devem assegurar o acesso a informações de interesse público, independentemente de solicitações. Com isso, novas possibilidades se abriram para o exercício do jornalismo, principalmente para áreas especializadas como o Jornalismo de Dados, Reportagem Assistida por Computador (RAC), Jornalismo de Precisão, Jornalismo Investigativo. Com o evento, será possível discutir as novas possibilidades de atuação dos profissionais de comunicação, principalmente dos jornalistas, bem como debater, sob as condições jurídicas e tecnológicas atuais, a expressão do jornalismo como Quarto Poder.

 

Como a atividade será realizada? (Metodologia)

Compreenderá 3 etapas:
• Pré-evento - discussão sobre o tema e palestrantes do evento (com a coordenação do curso de Jornalismo), criação de material de divulgação (impressos e eletrônicos - site e redes sociais), sistema de inscrição, divulgação (releases para veículos de comunicação, informes para o site e para as redes sociais), comunicação com o público interessado (por e-mail e redes sociais), organização de registro e material para o evento (listas de assinaturas de ouvintes, placas com nomes de palestrantes e mediadores, preparação de filmadora e gravador de áudio);
• Evento - apoio, cobertura e registro do evento;
• Pós-evento - produção de certificados para todos os tipos participação e organização do evento, reunião de material para produção de livro a partir das palestras e dos debates.

 

Quais os resultados que se espera da atividade?

Resultados / produtos esperados com a atividade: melhorias para o Curso, para a Educação, para a sociedade, meios para a socialização dos resultados, publicações, etc.

Complementar a formação dos alunos do curso de Jornalismo (e demais cursos da ECO e da UFRJ) e atualizar os conhecimentos do público geral nas questões relativas ao papel da comunicação (e mais especificamente do Jornalismo) no trabalho com o grande volume de dados advindo da Lei de Acesso à Informação e do ambiente tecnológico digitalizado. Ao realizar projetos de extensão, a universidade tem a oportunidade de mostrar-se referência na inovação do conhecimento e aproximar-se da sociedade. O PET-ECO acredita ainda que projetos de extensão universitária — uma das bases que sustenta este grupo — na Escola de Comunicação são mecanismos que permitem não só à comunidade universitária, mas também à sociedade que transcende os muros universitários o contato com atividades que articulam a pesquisa desenvolvida na UFRJ (no caso da Meio a Meios, demonstrada pelos professores que mediarão os debates) e as mudanças comunicacionais (trazidas pelos convidados que experimentam isso no seu dia-a-dia). Ao final, pretende-se que as palestras e debates resultem em um livro a ser distribuído gratuitamente a todos os interessados no tema.